top of page
  • Foto do escritorRedação

Solução detecta bonecos usados por golpistas para abrir contas bancárias

Ferramenta identifica tefotos de fotos e outras modalidades de golpes

ntativas de fraudes com uso de

A imagem revelada pela imprensa recentemente de um boneco usado por golpistas como suporte para a aplicação de fotos de pessoas em processos fraudulentos de abertura de contas bancárias expôs a necessidade urgente de as instituições financeiras e outras empresas aprofundarem suas camadas de proteção contra este tipo de crime. É justamente uma solução neste sentido que será um dos destaques da participação da Stone Age, empresa do Grupo TIVIT, na Febraban Tech, maior evento de tecnologia e inovação do setor financeiro na América Latina, que acontecerá entre os dias 27 e 29 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

A empresa, que é especialista na automação de fluxos de análise de risco, crédito e validação de identidade para prevenção a fraudes, estará no Stand B43, onde fará demonstrações práticas de sua nova ferramenta de biometria facial.

O Head de Soluções da Stone Age, Rodrigo Roma, explica que a solução proporciona o chamado liveness passivo, mecanismo de mapeamento facial alimentado por Inteligência Artificial que é capaz de determinar se a imagem de um rosto corresponde mesmo ao de uma pessoa real, se é apenas uma foto extraída de outra foto ou de alguém com uma máscara, por exemplo. Essa solução é considerada uma das mais avançadas ferramentas antifraude para validação de identidade, pois identifica com bastante precisão inclusive as chamadas deepfakes, um tipo de golpe cibernético que utiliza Inteligência Artificial (IA) para plotar uma face aleatória sobre a face verdadeira de alguém.

A aplicação pode ocorrer quando o consumidor estiver realizando qualquer tipo de operação, cadastral ou transacional. Para isso, basta que ele tire uma foto em qualquer canal onde seja possível obter uma selfie, seja online ou presencial; e a ferramenta realizará a comparação entre a foto e uma imagem do consumidor armazenada em um banco de dados.

Roma explica que a companhia está oferecendo às empresas do segmento financeiro, varejo, saúde e outros setores, a facilidade para utilização desse tipo de serviço, sem a necessidade de ter que desenvolver toda a estrutura que envolve desde a parte de armazenamento do banco de dados com as imagens originais, até o desenvolvimento e manutenção do algoritmo propriamente dito, que realiza as validações. “Nossa proposta é entregar para o mercado um serviço completo no qual o consumidor final só vai enviar uma foto e nossa solução confirmará sua identidade de forma imediata e automática, garantindo a segurança da operação.”, diz.

“Todas essas funcionalidades vão garantir tanto uma experiência mais fluida no relacionamento com o cliente final, como também maior proteção às empresas com relação a fraudes. Ao invés de obrigar as pessoas a validarem suas informações com séries intermináveis de perguntas, por exemplo, é possível ter um nível mais elevado de segurança com menos atrito no processo”, afirma.

Gabriel Rodrigues, Diretor de Produtos da Stone Age, explica que a solução de validação biométrica amplia o portfólio da Stone Age e segue a direção estratégica da empresa de oferecer um pacote completo de ferramentas que auxiliam as empresas em seus processos de onboarding, autorização de transações, habilitação dos consumidores para uso de produtos e serviços, entre outros serviços que necessitem da validação de identidade.

“Estamos sempre conectados e em linha com as necessidades do mercado. Este lançamento visa atender empresas que necessitam de ferramentas avançadas para se proteger e proteger seus clientes contra fraudes cada vez mais sofisticadas. Monitoramos continuamente as tendências de ferramentas antifraude nos mercados mais desenvolvidos do mundo e planejamos avançar na inovação e no lançamento de novos produtos para atender esta demanda.”, afirma.




Comments


bottom of page