top of page
  • Foto do escritorRedação

Consultas por visto de imigração crescem mais de 600% com eleição de Lula

Desde que foi confirmada a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva como o novo presidente do Brasil, a busca por consultas de visto para morar em outro país disparou.

Com a demanda crescendo pelos serviços de imigração, houve também um aumento do número de pessoas buscando aconselhamento fiscal prévio antes da tomada de decisão.


Para Luis Guilherme Gonçalves, da BT7 Partners, que atua na área tributária internacional, as consultas fiscais têm sido em sua maioria relacionadas aos Estados Unidos, mas há também clientes indagando sobre outros países europeus e sobre o Canadá.


“Um bom planejamento tributário pré-imigratório é essencial para que as pessoas não venham a ser surpreendidas no futuro com uma conta que possa comprometer os planos da família”, destaca o profissional.


Segundo Luis Guilherme, nominalmente a carga do Imposto de Renda Federal nos EUA chega a ser superior à carga do lado brasileiro, ainda mais ao se considerar que a maior parte dos estados americanos também cobra o Imposto de Renda local, mas existem uma série de estratégias que podem ser adotadas de forma lícita para se reduzir a carga fiscal do lado americano.


Ademais, pelo fato de a tributação do lado americano estar focada na renda dos contribuintes, consequentemente a tributação sobre o consumo é bem menor do que no Brasil, o que ajuda a reduzir os custos do dia a dia para as famílias, muito embora a atual inflação tenha reduzido o poder de compra dos americanos. “No final, em boa parte dos casos que acompanhamos, levando-se em conta a tributação brasileira sobre a renda e o consumo, alguns clientes acabaram pagando menos impostos após se mudarem para os EUA do que estavam pagando no Brasil antes da mudança”, finaliza o especialista.



Ainda é cedo para dizer se esta demanda reflete um movimento atípico ou uma tendência a ser verificada para os próximos meses, mas tomando por base pelo menos os últimos 10 anos, há chance boa parte de profissionais especializados e empresários deixar o país ou pelo menos evitar manter boa parte do seu patrimônio no Brasil.


תגובות


bottom of page